BORN TO ROCK, DRINK AND F***!

Posts com tag “toronto

103 ANOS DE HISTÓRIA

E três anos de Canadá! (Agora sim o post completo!)

Foi no dia 1 de Setembro de 2010, mesmo dia em que meu Todo-Poderoso Timão completava 100 anos de história, que pisei pela primeira vez em terras canadenses… Tanta coisa já aconteceu desde então, muitas das quais devidamente registradas nesse blog! E para celebrar esses três anos tão agradáveis, celebramos da melhor forma que podíamos nas últimas semanas…

Barrie, Wasaga Beach & Scenic Caves

Passamos um fim de semana bem legal na região dos “cottages” de Ontario. Ficamos hospedados em Barrie, uma cidade relativamente grande e cheia de bons restaurantes como o Moose Winooski’s, onde saboreamos um dos melhores hamburgers que já comi aqui no Canadá; e o Houston Avenue Bar & Grill.

No sábado, aproveitamos o dia todo na maior praia de água doce do mundo, chamada Wasaga Beach. O tempo estava perfeito, com muito sol, mas nada daquele calor que incomoda… E a água muito limpinha, na temperature ideal. Pena que foi só por um dia, mas que eu volto lá em outro verão é certeza!

E no domingo, passamos o dia nas Scenic Caves em Collingwood. O passeio é recomendado pra quem já está pela região… Não vale a pena fazer um bate-volta só pra isso! E se você for pra lá, é OBRIGATÓRIO fazer a Thunderbird Twin Zip Line, como podem ver no video que fiz na nossa vez!

wasagabeach_sceniccaves


FanExpo Toronto 2013

Não sou nerd de virar a noite no computador ou ficar jogando RPG até explodir a cabeça de sono e cansaço, longe disso… Mas que eu curto muita coisa do universo Sci-Fi, séries, filmes de terror e Heavy Metal desde pequeno, isso nem preciso dizer! E não existe lugar melhor pra quem gosta de tudo isso e é nerd de verdade do que a FanExpo de Toronto. Foi o primeiro evento desse tipo na minha vida, e gostei bastante apesar do preço meio salgado pra entrar. De qualquer forma, valeu a pena por várias coisas:

1- Participar do painel de perguntas e respostas com boat parte do cast da melhor série de todoso os tempos, The Walking Dead! Estavam lá Steven Yeun (Glenn), Laurie Holden (Andrea), Norman Reedus (Daryl), e o mestre Michael Rooker (Merle). O cara entra, e a primeira coisa que fala é “Where’s the whiskey?” Sensacional!

2- Todas as miniaturas, bonecos, fantasias, action figures, estátuas etc. dos mais variados temas, principalmente zumbis, heróis da Marvel e Star Wars.

3- Meu mais novo action figure do Eddie! Dessa vez achei um especial do Killers lançado pela McFarlane Toys em Maio de 2002. Quero ver se alguém tem esse!

4- Minha camiseta especial The Walking Dixons. Essa também é coisa fina!

fanexpo2013fanexpo2013_02

Rock Allegiance Tour 2013

E numa 2a feira à noite, um festival sensacional com Airbourne, All That Remains, HIM e Volbeat! O Airbourne me surpreendeu, tenho escutado bastante essa banda australiana, mas ao vivo foram ainda melhores, principalmente o vocal que deve tomar uns 20 litros de cachaça antes de cada show, só pode ser… Destaque pro solo que ele fez em cima do balcão do bar! Pra quem não conhece, sugiro ESSE som e ESSE aqui. O All That Remains nem vi direito… O HIM foi bom pra quem curte, mas fuderam com o horário do Volbeat, que mesmo assim foi animal pra variar só um pouco! O show terminou depois da uma da manhã, but who cares?

rockallegiancetour2013

Toronto Islands

Pra encerrar as comemorações, um passeio pelas Toronto Islands! Até praia de nudismo tem lá, mas aí pra participar da festa do cabide lá é outra história…

toisland

E quanto aos 103 anos do meu Corinthians, acho que as melhores palavras pra descrever essa história tão linda são aquelas acompanhadas de música, as mesmas que a Fiel canta toda vez que o Timão entra em campo… Essas palavras AQUI!

103anoscorinthians

VAI CORINTHIANS!

Anúncios

IN WVRST WE TRUST

Aqui está um lugar que um amigo recomendou faz quase um ano, mas que só nesse último fim de semana fui realmente conferir: WVRST!

Se você curte um hot dog, fritas e cerveja, esse é seu lugar. O preço pode não ser muito camarada, afinal você consegue um dogão de rua por um dólar tranquilamente… Só não vem com o copinho de Ki-Suco sabor “amarelo junto”, claro. Aí já seria abusar do estômago! Mas voltando ao WVRST, é uma lanchonete muito bem localizada: fica na King Street West, a mesma rua que muitos bares e restaurantes bem legais e só uns 20min caminhando da estação central de trem. Dá pra pegar o metrô até uma parte do caminho… Mas pra quê, se o legal é mesmo caminhar pelo centro de Toronto?

Logo na entrada dá pra ver que o negócio tá muito longe de ser sério: as regras da casa incluem coisas como “If you can’t handle your beer, order a soda” ou “Singing and dancing are strongly encouraged”. Really? Really? Melhor pedir uma cerveja e ficar quieto mesmo… Aliás, muito bom o menu de cervejas, como podem ver AQUI!

wvrst01

Mas o principal mesmo são as salsichas. Não vou chamar de hot dog porque não tem só esse tipo… Dêem uma olhada no menu da foto ou mesmo AQUI, e vejam que o local oferece também hot pheasant, hot duckhot bison, hot elk, ou a inacreditável hot kangaroo! A Ju pegou a de faisão… Eu nem preciso dizer qual escolhi, né? Alguns detalhes interessantes sobre essas salsichas especiais:

1- Como podem ver na foto, são todas bem fresquinhas. Nada de salsicha congelada de supermercado.

2- Todas são feitas no melhor estilo BBQ americano, na grelha mesmo. Ou seja, no Wvrst não se produz a água com a cor do cabelo do Paulo Nunes.

3- As salsichas são divididas em 4 grupos: tradicionais (de diferentes países), vegetarianas (pra quê isso?), poultry (peru e/ou frango), e as mais caras e especiais chamadas de game, que pra quem tiver a curiosidade de saber o que isso significa é só clicar AQUI.

4- Você ainda escolhe como quer sua salsicha: no pão com mais 2 toppings (como chucrute ou jalapeños), ou no estilo currywurst, bem alemão mesmo. Acompanhado de fritas com dois molhos, fica perfeito!

wvrst02

Terminada a aventura no WVRST, recomendo uma caminhada pela cidade pra gastar as calorias. Você pode se deparar com coisas bem legais como esse outdoor do CM Punk, ou passar por lojas já conhecidas como a Silver Snail e ver as novidades por lá: um C-3PO tamanho real, uma estátua do Ghost Rider, um uniforme completo do Batman etc. Eu adoro essa loja!

misc01

Não sei como é o WVRST numa 6a feira ou num sábado à noite, no horário de balada. Provavelmente um inferno, porque até DJ tem lá, por isso recomendo ir no horário de almoço. Mas se quiser se aventurar a mais de uma hora de fila pra comer uma salsicha de bisão ou canguru, problema seu! 😉

In Wvrst We Trust!


Receita de Volbeat com Bacon

Prezados,

Aqui está o cardápio completo servido durante o excelente show do Volbeat no domingo, 7 de Abril:

ENTRADA

Junte duas bandas que praticamente niguém dá a mínima, como o Spoken e o Danko Jones, e enfie guela abaixo do público num Sound Academy lotado. Pra não ficar completamente sem sal, peça ao DJ do local para adicionar pitadas de grandes clássicos do Metal que eu jamais esperava ouvir em outro lugar que não fosse o som do meu carro: as maravilhosas Bible Black e Eating the Cannibals (Heaven & Hell), o clássico The Wicker Man (Iron Maiden), e a insana Born to Raise Hell (Motörhead)! Born to raise hell, Born to raise hell! Go back to zero take a pill and get well!

PRATO PRINCIPAL

Eu já tinha experimentado Volbeat duas vezes, mas como entrada apenas, no Heavy T.O. 2011 e na Gigantour 2012. Dessa vez, conforme eu havia pedido AQUI, pude aproveitar um show só deles! E foi um showzaço! Não é à toa que o Volbeat não sai do meu playlist no carro, na academia, em casa etc. Já que minhas bandas preferidas estão envelhecendo ou acabando, preciso renovar o estoque, não é? E dá-lhe Volbeat, Trivium, Chthonic, Crucified Barbara…

Mas voltando ao show, aqui está o “passo-a-passo” dessa ótima receita de Volbeat com bacon:

Ingredientes

Hallelujah Goat
A New Day
Guitar Gangsters & Cadillac Blood
Heaven nor Hell
Sad Man’s Tongue
Lola Montez
The Human Instrument
16 Dollars
A Warrior’s Call
Mary Ann’s Place
Angelfuck (Misfits cover with Danko Jones)
Another Day, Another Way
Dead But Rising
The Hangman’s Body Count
Still Counting

Encore:
The Mirror and the Ripper
Fallen
My Body (Young the Giant cover)
Pool of Booze, Booze, Booza

Modo de Preparo

Comece com o Hallelujah Goat, bastante pesado, e vá misturando os demais ingredientes aos poucos, principalmente a maravilhosa Sad Man’s Tongue. O melhor utensílio pra mexer bem essa mistura é The Human Instrument, que custa mais ou menos 16 Dollars, mas cuidado ao usar porque é muito pesado! Peça pro Rob Caggiano adicionar uns solos muito doidos em todas as músicas, pra ficar ainda melhor.

Leve ao forno e aguarde Another Day, Another Way pra servir, ou então espere até ouvir A Warrior’s Call avisando que tá pronto. Um local recomendado para saborear o prato é a Mary Ann’s Place, com vários Guitar Gangsters & Cadillac Blood, e não se esqueça de convidar a Lola Montez. Jogue tudo dentro de uma sensacional Pool of Booze, Booze, Booza e aí é só correr pro abraço! Mas muito cuidado, que a ressaca é brava… Provavelmente The Hangman’s Body Count desse show vai ser extremanente alta… O pessoal lá do Sound Academy, óbvio, só poderia estar fazendo uma coisa até agora: Still Counting os corpos das pessoas com os ouvidos explodindo de tanto Metal de boa qualidade!

volbeat01

Vejam abaixo como o resultado final é sensacional:


SOBREMESA

Aí vocês perguntam: e o bacon? Não era Volbeat com bacon? Sim, mas não dá pra misturar os dois assim… Pelo menos eu não consigo, mas o Denny’s deve conseguir fácil! O menu de bacon deles faz até o Suínos Restaurante parecer coisa de criança… Que tal um milk shake de bacon, ou um sanduíche de chocolate branco com bacon, coberto com mais bacon e caramelo, acompanhado de dois ovos e mais bacon? O milk shake não tive coragem, ainda não estou preparado pra tal iguaria… Mas o sanduíche eu mandei ver, muito bom!

bacon

Pra gastar todo esse bacon entupindo as veias, nada melhor que um bom treino na academia ao som de To Hell With Johnny Cash, do Matanza! É como diria o Michael Poulsen, vocal do Volbeat…

LET’S GET READY TO RUMBLE!


Toronto, uma cidade muito “comics”

Sábado foi o primeiro dia de sol e temperatura acima dos +10oC desde o fim do outono/início do inverno aqui em Toronto, então nada melhor  que dar uma volta pelo Harbourfront e pelo High Park pra curtir o clima e a beleza da cidade, pegar o metrô (com gente usando o laptop dentro do metrô, olha só a tranquilidade!) até o centro pra comer um belo cheeseburger no Five Guys… É, a primavera chegou!

spring01

Mas mais divertido que isso, até porque ainda não tá tanto calor assim pra se se pegar uma praia, é visitar as comic stores da cidade. Algumas music stores também vendem quadrinhos, miniaturas etc., como a HMV e a Sunrise Records, por sinal excelentes para se comprar CD’s e DVD’s, mas o legal mesmo é ir em lojas especializadas, como a 401 Games.

No entanto, nesse sábado conhecemos o que talvez seja a melhor loja de todas que eu já visitei: a Silver Snail! Apesar desse nome idiota, afinal “Caracol Prateado” parece mais nome daqueles livros que a “tia” pedia pra gente “ler” no jardim de infância, a loja é sensacional! Eu já vi várias miniaturas, estátuas e action figures de tudo que é tipo em outros lugares, mas as dessa loja foram muito além da mniha expectativa.

Vamos começar com alguns itens mais simples: um busto bastante expressivo do Coisa; um boneco de 30cm muito bem feito do Gollum; o Homem-Aranha que fica pendurado no teto da loja logo na escada de entrada; e as eternas Tartarugas Ninja! Impossível não gostar de nenhum desses personagens tão presentes na nossa infância e adolescência!

comics01

Pra quem achou mais ou menos, aqui estão outras opções: uma cabeça do Alien gigantesca, muito perfeita, pra colocar no lugar do alce empalhado na parede da sala; os action figures da Michonne e do Merle (que é o que a minha verba permitiu); e os bustos sensacionais de um Gremlin e do Hellboy. Todos são excelentes sugestões pra presente, hein?

comics03

Agora os que eu mais gostei: uma lápide do filme “O Estranho Mundo de Jack”; uma estatueta do Wolverine antes mesmo dele ter esse nome, de quando ainda era a Arma X; uma estátua maravilhosa do Skaar (não é o Hulk, é o filho dele!), simplesmente perfeita; e a estátua mais sensacional que eu já vi na vida, nosso eterno Major Alan “Dutch” Schaefer, um dos maiores personagens do mestre Arnold Schwarzenegger! Essa é FODA, não tem igual! Quando eu conseguir comprar uma dessa, compro junto um Predador do mesmo tamanho ou até maior pra colocar na mesa de centro da sala, pra botar respeito mesmo! GAAAHHH! GET TO DA CHOPPA!

comics02

Espero que tenham gostado dessas coisas todas… Eu pelo menos gosto, acho legal quem não abandona seus heróis de infância depois de virar adulto! Até porque ser só adulto é igual ao que o Milton Leite acha da Rogéria Cena: é chato pra c***lho!

E pra terminar deixo aqui algumas das mais sábias palavras do grande Major Dutch, claro…

Dillon! You son of a BITCH!


INTO THE STORM

Nessa 6a feira tivemos a pior tempestade de neve desde 2008 aqui na região da Grande Toronto. Foram aproximadamente 30cm de pura neve que cobriram as casas e avenidas, fecharam escolas, causaram muitos atrasos no transporte público e muita confusão pra quem se aventurou a sair de carro… Tirei algumas fotos durante e depois da tempestade aqui em Oakville, pra verem como estava a situação… A melhor trilha sonora pra essa tempestade? Que tal esse som AQUI?

oakville

Por sorte, ou melhor… sorte não, por muita COMPETÊNCIA, isso sim, nada de mais grave ocorreu durante ou logo após a nevasca. O governo colocou pra trabalhar mais de 600 caminhões e removedores de neve, e assim prestou um excelente serviço limpando as ruas e avenidas na medida do possível. O que se via no dia seguinte eram montanhas de neve, porém nada que atrapalhasse a vida das pessoas. Ao invés de caos e destruição (como seria esperado em um outro lugar que eu conheço), estava tudo bem tranquilo, e assim fui até Toronto de trem dar uma volta e conferir que tudo estava realmente como qualquer outro dia. Sei que esse som AQUI é sobre outro país 100% organizado e cheio de neve e gelo, mas também vale pro Canadá, principalmente pela tranquilidade pós-tempestade.

toronto

E hoje volta a melhor série de TV de todos os tempos: THE WALKING DEAD! Toronto já está no clima, contando os dias, ou melhor, os DEDOS pro episódio de hoje… I just love “finger” food… E que tal um booblehead do Daryl pra acompanhar a pipoca e a cerveja?

walking dead

Minha primeira versão “zumbi” ficou meio zoada… Mas agora que aprendi a mexer melhor no app Dead Yourself, que tal essa nova versão mais macabra e sangrenta? Não consigo pensar num som mais animal que esse AQUI pra ocasião!

DeadYourself02


É GELO, MINHA GENTE!

O blog está de volta com um breve resumo do Natal e Ano Novo!

E as celebrações dessa vez foram MUITO geladas, mas muito mesmo. Acompanhados de nossa ilustre visitante tupiniquim japonesa, a Renata, passamos o Natal em Montreal e Ottawa, o Ano Novo em Niagara Falls, e entre essas duas festividades aproveitamos para passear por Toronto… Mas foi gelado mesmo… Quer gelo? ENTÃO TOMA GELO! rsrsrs

 Feliz Natal em Montreal! (E em Ottawa também, só que aí não rima!)

Com temperaturas abaixo dos -10oC e muita neve, nossos dias em Montreal e Ottawa foram bastante diferentes de nossa viagem em 2011 que pode ser vista AQUI e AQUI. Mesmo assim conseguimos visitar quase tudo de novo, e ainda conhecer alguns lugares novos e principalmente novos restaurantes.

Em Montreal, ara comemorar o aniversário da Renata, fomos ao restaurante Garde Manger, do razoavelmente famoso chef canadense Chuck Hughes. O preço não é dos mais baratos, mas a comida vale a pena! Não deixem de provar o prato mais famoso dele, a lobster poutine, e a “mesa” de frutos do mar com mais de 20 ostras. É tudo muito bom! E pra quem gosta de viver perigosamente, adicione uma gotinha apenas do molho Mega Death em uma das ostras e sinta a fúria do capeta queimando sua língua!

garde manger

Em relação aos pontos turísticos, as novidades esse ano foram a Basílica de Notre-Dame e o Saint Joseph’s Oratory. Eu não sou muito de frequentar igrejas, mas gosto muito de visitá-las como turista pela arquitetura e história presente em cada uma.

A Basílica de Notre-Dame é famosa por sua arquitetura gótica e pela decoração interna, com destaque para o órgão gigante com 4 teclados e 7 mil tubos.

notre dame basilica

Já o Saint Joseph’s Oratory é a maior igreja do Canadá e “casa” do simpatico “Bro” André, canonizado em 2010.

saint joseph oratory

A passagem por Ottawa foi ainda MAIS fria e com ainda MAIS neve, por incrível que pareça! Estava tudo muito bonito por conta do Natal, mas não tinha praticamente ninguém pelas ruas… A não ser um coelhinho e um esquilinho bem camaradas!

ottawa

A Casa Loma e o Distillery District em Toronto

Acho que agora a Ju e eu podemos dizer que conhecemos praticamente tudo em Toronto! Visitamos os dois únicos pontos turísticos que eu não conhecia, e gostei bastante de ambos.

A Casa Loma, que já foi a residência do famoso milionário canadense Sir Henry Mill Pellatt, o qual perdeu toda sua fortuna durante o período de depressão que afetou a América do Norte após a Primeira Guerra Mundial, passou por diversas mudanças até se tornar um museu.

casa loma

Já o Distillery District é uma espécie de bairro que hoje abriga diversos bares, restaurantes e atrações, mas que já foi a maior destilaria do mundo por volta de 1860. Destaque para nossa pose “Changemen” na frente da nossa versão do Gigante Guerreiro Daileon… misturei os personagens e seus robôs gigantes, pelo jeito!

distillery district

E novamente não pudemos descer as cataratas num barril…

O Ano Novo em Niagara foi divertido, e depois do frio que passamos em Ottawa qualquer temperature seria fácil de suportar. Juntos com metade da população da China, a outra metade da Índia, e meia dúzia de gatos pingados brasileiros ou canadenses (tá certa essa conta?), pudemos aproveitar o show da excelente banda canadense Mudmen, jantar no The Keg com vista para as cataratas (e por isso perdemos o show da Nelly Furtado), e curtir os fogos e mais uma vez a vista das cataratas.

niagara falls

E pra finalizar, já começo o ano esperando a volta do meu Coringão, mais shows da Donzela de Ferro, e meus queridos zumbis do Walking Dead! Até eu virei zumbi de ansiedade!

DeadYourself